Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

UMA MÃE DE CORAÇÃO... e algo mais

Este blog, mais do que "mãe de coração" tem "fragmentos de uma vida comum". Uni os dois blogs e, aqui, falo de adopção em geral, da nossa experiência e de outros pedaços da minha vida.

UMA MÃE DE CORAÇÃO... e algo mais

Este blog, mais do que "mãe de coração" tem "fragmentos de uma vida comum". Uni os dois blogs e, aqui, falo de adopção em geral, da nossa experiência e de outros pedaços da minha vida.

21
Mai15

Como motivar...

...estou sempre à procura de novas formas de motivar o meu filho para o estudo, para aprender coisas novas!

Tem sido mais uma das lutas, especialmente, porque sem método de trabalho, desde o início da vida escolar, agora, no 5º ano é mais difícil.

 

Quando o conheci, uma das primeiras informações que me deram foi que gostava muito de ir para a escola e de estudar. Confesso que não precisámos de muito tempo para perceber o verdadeiro motivo por detrás desse "gosto"!! Na verdade, na escola, tinha atenções especiais, o professor sentiu um carinho especial por ele e rapidamente desenvolveram uma relação especial que ainda hoje mantêm, embora diferente. O gosto pelo estudo tinha mais a ver com o desejo de impressionar, devido a baixa auto-estima tinha tendência para se evidenciar pelos seus conhecimentos.

 

Ora, mudando o ambiente, tendo carinho e atenção em casa, depressa passou a sentir-se seguro e sem necessidade de se exibir, por isso, e apesar de gostar de ter boas notas, rebela-se contra as aulas e o estudo. A verdade é que isso já se reflectiu nas notas deste ano, e embora, confesso não me interesse muito pelas notas, interesso-me pelo interesse dele em aprender.

 

Encontrei um artigo na revista paisefilhos, brasileira, com as 5 formas de motivar seus filhos. E na verdade acho que já apliquei as 5 medidas e não me parece que no caso dos estudos esteja a resultar muito bem!!!

 

Enfim, este ano, pelo menos, conseguimos que acalmasse um pouco, de vez em quando lá consegue fazer os trabalhos de casa sem haver "carnaval" e até se desenrasca sozinho!!! Vou ter mesmo de aprender a dar-lhe tempo, e deixá-lo crescer com calma!!!

 

Moral da história: a mãe precisa de ser mais paciente!!!!!